Não pares, não oiças, segue em frente! Afinal é só uma oportunidade de vida!

Dont Listen

A vida é feita de oportunidades. Que podes ou não aproveitar, mas não deixam de ser oportunidades. Sempre que alguém te fala, há uma nova experiência que pode ser vivida a partir daí! As palavras têm grande poder e tu podes decidir que elas entrem na tua vida, ou simplesmente criar um murro que não as deixe entrar.

 Sempre que não ouves… ou melhor, sempre que não escutas, estás a perder uma oportunidade. Um convite a mudar algo.

Vejo pessoas (que se julgam humildes) a não ouvir, a passar ao lado, e preferir não olhar (onde está a humildade aqui?). Quando nos tentam abordar na rua, quando nos ligam os chatos dos seguros, quando tentam 2 minutos da nossa atenção os senhores dos cartões de crédito que parecem pairar em todos os centros comerciais. E ele até já dizem “pode ganhar 30€”, mas nós metemos tudo no mesmo saco, dizemos “não tenho tempo” e seguimos em frente, em passo corrido pelo nosso caminho ladeado de muros… com pequenas janelas apenas para o que achamos conveniente.

Eu faço o mesmo. Ou fazia! E dei por mim a pensar dentro do carro “por favor, que o sinal fique verde antes que chegue aqui o senhor da revista Cais”. E depois vi o senhor do carro ao lado abrir a janela e dar-lhe umas moedas… e pensei “Aquela sou eu! Eu não sou assim! Eu gosto genuinamente de ajudar! Estou a fugir do quê?”
Não escrevo isto para convencer ninguém a passar a dar esmola. As minhas ideias quanto à esmola são bastante confusas e metem o tico e o teco à bulha muitas vezes. Simplesmente porque não penso que seja a melhor forma de ajudar. Mas isso não nos impede de ouvir! De parar! De avaliar! De tentar perceber o que o outro nos está a dizer sem sair logo a correr!
Se ouvirmos o que nos querem dizer, vamos ter muito mais conhecimento, vamos trocar experiências, vamos conhecer mais gente… Podemos avaliar se tudo realmente pertence ao mesmo saco ou se há algo diferente! Podemos trocar experiências! Podemos avaliar oportunidades!
Pelo projeto em que trabalho, tornei-me perita em ouvir “não estou interessado em ouvir-te” (por outras palavras, sempre diferentes e umas mais amáveis que outras) e isso (neste momento) faz-me sempre sorrir e pensar: “Ora aqui está outra pessoa que sem saber o que lhe quero dizer, já deitou fora o que pode ser uma oportunidade de vida!”; “Ora qui está uma pessoa pouco humilde!”.
Eu sei que todos os dias somos bombardeados com informação. E eu sei que há muitos chatos aí à solta! Mas só vamos saber o que é oportunidade real e o que não nos interessa se pararmos e ouvirmos.

Quem sabe… se o facto de destapares os ouvidos e ficares atento, não te pode mudar a vida!

Marta Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *