Margarida Pereira – Jovens Sem Chefes

Margarida Pereira - Jovens Sem Chefes

Sou a Margarida Pereira e estou a completar o meu quarto ano de formação no ensino superior. Quando iniciei este ciclo não sabia o que procurava e, por isso, segui inquestionavelmente o rumo que me indicaram: estuda muito (no mínimo até ao mestrado) para conseguires um bom emprego (de preferência numa entidade estatal, que à partida oferece mais estabilidade). Assim fiz.

Contudo, houve uma altura da minha vida em que comecei a sentir algum incómodo – a vida não podia ser só isto, tinha de encontrar um significado maior. Entendi que esta crise era a oportunidade perfeita para mergulhar no meu interior e no autoconhecimento. Assim, fui-me apercebendo que aquilo que mais me inspirava nas pessoas era a sua capacidade de criar e empreender. Comecei a perceber, também, que todo o meu investimento em formação não me estava a dar quaisquer ferramentas que me tornassem na pessoa capaz de criar algo novo no mundo. Conclui que estava efectivamente a ser formata para trabalhar nas criações dos outros.

Estou, desde então, a tentar contrariar esta tendência e a rodear-me de pessoas que já vivem fora deste paradigma. Pessoas que se responsabilizam por tomar as rédeas das suas vidas e que vivem a fazer o que realmente amam. Pessoas que quebram a ideia de que trabalho é sacrifício.

Como alguém dizia, “a segunda-feira é para as pessoas de sucesso o que a sexta-feira é para os acomodados”. No movimento Jovens Sem Chefes todos os dias são uma oportunidade para nos inspirarmos, empoderarmos e estarmos mais perto de quem somos e do que queremos dar ao mundo.

 

 

1 thought on “Margarida Pereira – Jovens Sem Chefes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *